COOPERATIVA CENTRAL DE LATICÍNIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO COM NOVA MARCA E NOVA FÁBRICA



A CCL-Cooperativa Central de Laticínios do Estado de São Paulo lançou, no último dia 17 de setembro, a pedra fundamental da construção de sua nova unidade industrial, no km 127,5 da rodovia Adhemar de Barros (SP-340), em Jaguariúna-SP. A nova fábrica será responsável, numa primeira fase, pela produção de 9 milhões de litros/mês de leite longa vida da marca Mild, em uma área de 5 mil m2.



Trata-se de um investimento de R$ 38 milhões na implantação desta etapa de um projeto total de R$ 50 milhões, que deverá também envolver a produção de derivados lácteos ao longo dos próximos anos. A previsão é que a planta inicie sua produção em maio de 2010. Para operar a unidade serão gerados cerca de 200 empregos diretos e outros 600 indiretos no estimulo à produção leiteira nas fazendas circunvizinhas ao projeto.



“Na unidade de Jaguariúna faremos a recepção e a industrialização da matéria-prima, ampliando nossa capacidade de processamento de leite UHT. É a primeira etapa de um projeto de longo prazo, pois temos a meta de implantar ainda um centro de distribuição do produto acabado junto a esta nova fábrica para atender novos mercados favorecidos pela logística da nova planta”, explica Oclacir José Cabrini, presidente da CCL.



Nesse sentido, a unidade dispõe de três importantes canais de recepção e escoamento - as rodovias D. Pedro, Bandeirantes e Anhanguera – o que garante acesso aos mercados da capital e do interior paulista. A nova fábrica da CCL disporá de equipamentos de última geração, o que garantirá segurança alimentar por meio de um circuito fechado de higiene e limpeza. “Vamos levar a confiabilidade ao consumidor também com o processo de rastreabilidade, isto é, quando comprar o produto nosso cliente terá na embalagem informações detalhadas do processo e lote de fabricação com a certeza da qualidade da matéria prima utilizada devidamente fiscalizada pelos órgãos competentes”, explica.



A planta de Jaguariúna, segundo ele, permite a expansão e diversificação dos processos produtivos, enquanto que a infraestrutura da usina localizada em São Paulo é hoje limitada. Outro aspecto diz respeito ao meio ambiente. “Estamos conscientes da nossa responsabilidade ambiental. No projeto de Jaguariúna estão atendidas todas as exigências sanitárias e ambientais. Teremos uma estação de tratamento de água dentro dos atuais padrões da legislação”, adianta. Com a unidade industrial na capital paulista, no bairro do Brás, as duas fábricas da CCL produzirão 20 milhões de litros/mês.

Fonte: CCL

Publicada em sexta-feira, 25 de setembro de 2009



Clique em alguma Notícia para saber mais:
Pesquisa contraria estudos que mostram que o leite tem papel importante na prevenção da osteoporose
Leite batizado
Ilustração de embalagem de leite em formato fálico cria polêmica na Irlanda
Gaeco não descarta novas prisões pela Operação Leite Adulterado no Oeste de Santa Catarina
Produção e consumo de queijos em alta
Pecuaristas no prejuízo
Mercado quente para o leite
Itambé lança linha de produtos sem lactose durante a Superminas 2014
Presidente da Aurora defende eliminação do mercado de empresas que adulteraram leite
Cade aprova venda da marca Ibituruna, da LBR, para cooperativa mineira
Promotor orienta consumidor a trocar leite de empresa sob suspeita de adulteração ou procurar o Procon
Leite adulterado no Sul do Brasil ainda é vendido em SP e no PR
Cooperativa Languiru credenciada a utilizar selo da agricultura familiar
No México, 15% da água usada pela Nestlé é extraída do leite
Com denúncias de fraudes em laticínios no Oeste, varejo registra queda nas vendas de leite
Leite: o exemplo das cooperativas
MPSC divulga nomes de 11 empresas envolvidas em adulteração do leite
Oferta maior e demanda lenta reduzem preço do leite
Casos de adulteração de laticínios voltam à tona
Tirolez investirá R$ 100 milhões até 2017 para ampliar produção
Queijo: Chineses estão desenvolvendo gosto por pizza
Aquisição de leite pela indústria cresce 8,4% no 2º trimestre de 2014 em relação ao mesmo período de 2013
Operação contra adulteração de leite prende 16 suspeitos em SC e no RS
Alimentos para bebês ajudam vendas da Danone no 3° trimestre
Argélia mais que dobra importação de leite
Danone decide mirar Mead Johnson como alvo de aquisição, dizem fontes
FAEMG reativa Comissão de Caprinos e Ovinos
Produção de leite de SC dobra em uma década
Associações de produtores de leite do interior recebem visitas da CPLA
Mesmo na entressafra, leite longa vida tem queda no atacado



Para ver um histórico com todas as notícias, clique aqui.



















  




Em sua opinião, qual seria o melhor presidente para o agronegócio do leite?

Aécio Neves

Dilma Rousseff

Nao sei

  [ Votar ]
  [ Resultado ]

LATICINIO.NET - www.laticinio.net - laticinio@laticinio.net
Rua Dr. Ávila, 25 / 302 - Paineiras - Juiz de Fora - MG - CEP 36016-100
Telefone: (32) 9928-2478
Developed by