Mudando o foco na LIDER

O Laticínio Nova Esperança do Paraná, dono da marca Leite Líder,
resolveu mudar de foco para aumentar sua rentabilidade. A família Stuani
entregou a condução da reestruturação à consultoria Galeazzi & Associados.
Desde o fim de 2001, a redução de custos foi severa: 25% dos funcionários
(150) foram demitidos. O caminho escolhido para crescer é semelhante ao
percorrido por outros laticínios brasileiros: não depender tanto da
fabricação de longa vida - produto em que a disputa é ferrenha entre
companhias grandes ou regionais - e mudar o foco para lácteos de maior
valor agregado. Uma das principais iniciativas para a mudança é a reforma
e ampliação da fábrica de Nova Esperança, PR, na qual haverá aporte de R$
1,5 milhão. A unidade produzirá bebidas lácteas, requeijão e queijos. "A
idéia não é abandonar o leite longa vida, mas depender cada vez menos
dele", afirma José Assumpção Bucci Casari, consultor da Galeazzi e hoje
principal executivo da Líder. Os mercados mais importantes para a empresa
continuarão a ser São Paulo, Paraná e Santa Catarina. A captação de leite
deverá continuar em torno de 600 mil litros por dia, mas a meta é fazer
com que o faturamento médio mensal cresça de R$ 15 milhões para R$ 19
milhões, diz Casari. Durante muito tempo, a Leite Líder esteve nas listas
de especulações sobre possíveis aquisições de estrangeiros no mercado
nacional. Chegou a contratar a PricewaterhouseCoopers para buscar um sócio
em 2000. Os rumores do mercado apontava como principais interessadas
empresas argentinas, agora em crise. "No momento, as negociações estão
paradas", afirma Casari.

Fonte: Valor Economico

Publicada em quarta-feira, 24 de julho de 2002



Clique em alguma Notícia para saber mais:
Preço do leite pago ao produtor fica estável pelo 3º mês seguido
Parceria ajuda laticínios mineiros a obter o Sisbi
4 tipos de funcionários que intoxicam o ambiente de trabalho sem que ninguém perceba
Sindicato que representa laticínios se manifesta sobre casos de adulteração no Oeste
DNA revela se leite é melhor para ser bebido ou virar queijo
Suíça combate falsificação de queijo com teste de DNA
Credores da LBR aprovam proposta da Parmalat
Silemg fecha parceria com IMA
Cold Stone Creamery lança novo conceito de iogurte no Japão
Na China, seguro para leite em pó
Fábrica da Laticínios Bom Gosto em Garanhuns é vendida, mas funcionários continuam preocupados
Argentina também irá restringir exportação de leite em pó
Dona da Sadia e Perdigão quer vender área de lácteos
Venda de ativos da LBR rende R$ 531 milhões
Leite adulterado em SC foi fornecido a grandes marcas nacionais
Polícia prende em SC mais dois envolvidos no caso de leite adulterado
Leite contaminado não é encontrado e marca permanece no comércio
BRF CELEBRA 80 ANOS
Gaeco prende duas pessoas em Ponte Serrada por adulteração no leite
Ganhe leite: Programa custaria R$ 2 milhões ao mês, beneficiando 50 mil familias do Piauí
INTERCAMBIO TÉCNICO CAP-LAB
Segurança dos Alimentos é tema de Seminário da ECOLAB, de 01 a 03/10, em Campinas
Em SC, quatro lotes de leite com soda cáustica são retirados de circulação
Aurora lança o queijo minas padrão inteiro e meia lua
CNA cobra compromisso de candidatos com agronegócio
Castrolanda/Batavo se prepara para começar a funcionar em Itapetininga
Interleite reúne setor leiteiro em Uberlândia
Vinte suspeitos de adulterar leite são presos em operações em SC e RS
Cooperativas do leite buscam retomar confiança da população
Preço do leite dispara e já pesa no orçamento familiar



Para ver um histórico com todas as notícias, clique aqui.



















  












  [ Votar ]
  [ Resultado ]

LATICINIO.NET - www.laticinio.net - laticinio@laticinio.net
Rua Dr. Ávila, 25 / 302 - Paineiras - Juiz de Fora - MG - CEP 36016-100
Telefone: (32) 9928-2478
Developed by