Mudando o foco na LIDER

O Laticínio Nova Esperança do Paraná, dono da marca Leite Líder,
resolveu mudar de foco para aumentar sua rentabilidade. A família Stuani
entregou a condução da reestruturação à consultoria Galeazzi & Associados.
Desde o fim de 2001, a redução de custos foi severa: 25% dos funcionários
(150) foram demitidos. O caminho escolhido para crescer é semelhante ao
percorrido por outros laticínios brasileiros: não depender tanto da
fabricação de longa vida - produto em que a disputa é ferrenha entre
companhias grandes ou regionais - e mudar o foco para lácteos de maior
valor agregado. Uma das principais iniciativas para a mudança é a reforma
e ampliação da fábrica de Nova Esperança, PR, na qual haverá aporte de R$
1,5 milhão. A unidade produzirá bebidas lácteas, requeijão e queijos. "A
idéia não é abandonar o leite longa vida, mas depender cada vez menos
dele", afirma José Assumpção Bucci Casari, consultor da Galeazzi e hoje
principal executivo da Líder. Os mercados mais importantes para a empresa
continuarão a ser São Paulo, Paraná e Santa Catarina. A captação de leite
deverá continuar em torno de 600 mil litros por dia, mas a meta é fazer
com que o faturamento médio mensal cresça de R$ 15 milhões para R$ 19
milhões, diz Casari. Durante muito tempo, a Leite Líder esteve nas listas
de especulações sobre possíveis aquisições de estrangeiros no mercado
nacional. Chegou a contratar a PricewaterhouseCoopers para buscar um sócio
em 2000. Os rumores do mercado apontava como principais interessadas
empresas argentinas, agora em crise. "No momento, as negociações estão
paradas", afirma Casari.

Fonte: Valor Economico

Publicada em quarta-feira, 24 de julho de 2002



Clique em alguma Notícia para saber mais:
Danone estaria estudando venda de participação na Yakult
A nova bebida da Coca-Cola é… leite
Gorgonzola: lei e tradição protegem a origem do queijo italiano
Produtores de leite aguardam pagamento de R$ 20 milhões de indústrias
Nestlé: A número um do mundo em laticínios que espera crescer 5% em 2014, apesar do ambiente desafiador
Setor de lácteos tem grande potencial de crescimento
Fusão de técnicas amplia vida útil de leite pasteurizado
Ajuizada ação de pequenos produtores contra Laticínios Mondaí
Yili investe RMB 3 bilhões na Nova Zelândia para construir a maior base integrada de produção de laticínios do mundo
Revogada prisão de investigado em esquema de fraude no leite no RS
Consumidores denunciam possível adulteração em lote de leite na capital
Setor produtivo e governo discutem atualização de normas para produtos lácteos
Fiscalização pode ser comprometida, diz IMA
Tetra Pak publica guia para garantir a qualidade do leite cru na produção UHT
Rússia habilita 3 exportadores brasileiros de queijo
Produtores de leite do noroeste paulista reclamam de preço baixo
Produtores de leite tentam receber dinheiro de indústrias
Vigor Alimentos deixará o Novo Mercado da BM&FBovespa
Cândido Tostes abre inscrições para processo seletivo
Qualidade do leite brasileiro é péssima
Senado obriga rótulos de alimentos indicarem presença de lactose
Exportações de lácteos aumentaram em outubro
Laticínios em compasso de espera
Porto Alegre investe até R$ 25 mi em Minas
Aumento de oferta causa reflexos no preço pago pelo litro de leite em MG
Laticínios Mondaí encerra atividades e confirma possibilidade de venda
BEBIDA LÁCTEA PIRAKIDS ZERO LACTOSE É ELEITA O “LANÇAMENTO DO ANO 2014” PELA ABRAS
Pecuária brasileira precisa avançar em uso de tecnologia
Leite: Variação do câmbio deve interferir no agronecócio em 2015
DuPont Nutrição & Saúde adota medidas importantes para a sustentabilidade dos emulsificantes



Para ver um histórico com todas as notícias, clique aqui.



















  




Em sua opinião, qual seria o melhor presidente para o agronegócio do leite?

Aécio Neves

Dilma Rousseff

Nao sei

  [ Votar ]
  [ Resultado ]

LATICINIO.NET - www.laticinio.net - laticinio@laticinio.net
Rua Dr. Ávila, 25 / 302 - Paineiras - Juiz de Fora - MG - CEP 36016-100
Telefone: (32) 9928-2478
Developed by