Produtores reclamam pagamento de leite fornecido à Copervale


Fernanda Borges

Alguns produtores pretendem continuar acampados na porta da Copervale até a garantia de pagamento


Ontem, cerca de 15 produtores rurais de Uberaba e região que fornecem leite à Cooperativa Agropecuária do Vale do Rio Grande (Copervale) iniciaram protesto na porta da entidade após ser informados de que não receberiam pela produção de dezembro/2013. Alguns deles decidiram acampar na porta da cooperativa ou retornar hoje para exigir uma solução definitiva para a situação.

De acordo com a produtora Maria Aparecida Cavecchia, ela espera receber R$16 mil pelo fornecimento de cerca de 700 litros de leite no mês de dezembro, porém ela afirma que há outros produtores rurais que estão há três meses sem receber, mesmo depois de entregarem entre mil e 1.500 litros por mês à cooperativa. Por isso, ela afirma que alguns produtores já entraram com processo no Juizado de Pequenas Causas, enquanto outros pretendem continuar acampados na porta da Copervale até a garantia de alguma solução rápida para a falta de pagamento.

Vale lembrar que, em abril de 2008, a cooperativa foi alvo de ação do Ministério Público Federal que denunciava escândalo da adulteração do leite com substâncias nocivas à saúde humana, que serviam para aumentar o volume do produto, prolongar a validade e mascarar problemas de qualidade. Em 2013, a Copervale entrou com ação de recuperação judicial no Fórum Melo Viana, cujo processo foi ajuizado em novembro junto à Vara Empresarial, Execuções Fiscais de Títulos e de Registros Públicos. Maria Aparecida afirma que, ao procurar uma resposta para a falta do pagamento, foi informada de que há uma reunião agendada para o próximo dia 27 para que a diretoria ou os responsáveis possam decidir quando irão pagar os produtores.

Segundo posicionamento de um dos diretores da cooperativa, conforme o que pôde acompanhar informalmente nos últimos 30 dias, já que não há mais reunião entre diretores, os salários dos funcionários estão em dia, mas supermercados da cooperativa foram fechados em Uberaba e Campo Florido, a fábrica de ração também não está mais funcionando, enquanto a farmácia e o posto atendem com dificuldade. Ainda de acordo com o diretor, que preferiu não se identificar, a Copervale vem trabalhando com baixa produção por falta de capital. Em razão do pedido de recuperação judicial, foi nomeado um interventor para negociar com os bancos, mas não há troca de informações com os demais setores, departamentos e diretores da entidade.

A redação do Jornal da Manhã tentou por diversas vezes o contato telefônico com o presidente da cooperativa, Luiz Gualberto Ribeiro Ferreira, mas ele não atendeu às ligações e também não deu retorno.

Fonte: JM online

Publicada em terça-feira, 21 de janeiro de 2014



Clique em alguma Notícia para saber mais:
Entidades de Ijuí e região se unem para auxiliar produtores de leite
Leite: alta oferta deve manter intensa pressão sobre os preços, aponta Rabobank
RJ: Seca já deixa carne 3% mais cara e pressiona leite e ovos
Escassez de água já afeta planos de investimentos de laticínios em MG
Aurora obteve em 2014 o melhor resultado em 45 anos
Prefeitura de Tupanciretã decreta situação de emergência devido ao leite
Encadeamento Produtivo: clínica tecnológica aborda benefícios da produção do leite com qualidade
Potencial para a produção de leite atrai investidores internacionais para cidade do Oeste baiano
Preço do leite cai e preocupa pecuaristas capixabas
Agroleite inicia votação para o ‘Oscar do leite’
Empresas de laticínios investem em patrocínio
Teste de DNA com tecnologia de startup mineira garante qualidade de produtos lácteos
RS deve pedir crédito para produtor de leite afetado pela crise
Brasil promove produtos lácteos nos Emirados
Empresa de laticínios compra marca da falida Nilza por R$ 7 milhões
Laticínios Porto Alegre divulga Nota de Esclarecimento sobre a chave encontrada na muçarela
Usina de beneficiamento de leite trará vida nova a produtores
Projeto de reabertura da antiga fábrica Camila ganha força e apoio
Setor questiona novo Riispoa
Paraíba avança na produção de queijos caprinos probióticos
Jussara lança leite longa vida em garrafa PET
Promilk apresenta plano para pagamento de produtores de leite
Sebrae MS apresentará soluções para pecuária para pequenos produtores
European Milk Board pede redução obrigatória da produção de leite
Deputada e produtores comemoram a redução da taxa do leite
Conseleite prevê queda de 3,35% no preço do leite no RS em janeiro
Leites Aurora sem lactose chegam aos mercados do Sul e Sudeste
Bebidas lácteas Aurora agora também com zero % de lactose
Fonterra, da Nova Zelândia, deve reduzir pagamento a cooperados
China: crescimento das importações de lácteos mostra mudanças nas preferências



Para ver um histórico com todas as notícias, clique aqui.



















  




Em sua opinião, qual seria o melhor presidente para o agronegócio do leite?

Aécio Neves

Dilma Rousseff

Nao sei

  [ Votar ]
  [ Resultado ]

LATICINIO.NET - www.laticinio.net - laticinio@laticinio.net
Rua Dr. Ávila, 25 / 302 - Paineiras - Juiz de Fora - MG - CEP 36016-100
Telefone: (32) 9928-2478
Developed by