Terreno próximo à BR-259 receberá fábrica de laticínios em Valadares

EMPRESA BELA VISTA HAVIA ANUNCIADO INVESTIMENTOS NO MUNICÍPIO E OBRAS EM ÁREA PRÓXIMA À BR SÃO PONTAPÉ INICIAL

TERRENO ESTÁ sendo limpo e dividido por estacas. Empresa deverá ficar situada na BR-259, próximo ao posto policial de São Vítor


Obras de terraplanagem e limpeza são o primeiro passo para a construção do tão esperado laticínio da empresa Bela Vista em Governador Valadares. Informações repassadas ao DIÁRIO DO RIO DOCE apontam que as obras na BR-259, no quilômetro 152, próximo ao Posto Policial de São Vítor, são da empresa Bela Vista — detentora da marca Piracanjuba, responsável pelo processamento de leite longa vida, em pó, creme de leite, achocolatados, leite condensado e outros derivados de leite.
Procurada pela equipe de reportagem do DRD, a assessoria de imprensa da Piracanjuba confirmou que o terreno em questão realmente é da empresa. A assessoria antecipou também que em breve deverá ser confirmado o início das obras do laticínio na cidade. No entanto, não podia dar detalhes sobre o assunto. A assessora ressaltou que quando a empresa for iniciar a construção do empreendimento dará mais informações à imprensa, o que segundo ela, deve ocorrer em breve.
Algumas máquinas já limpam o terreno onde, futuramente, será construído o laticínio anunciado pelo governo de Minas em maio de 2011. A empresa Bela Vista é a 8º maior do Brasil na área de laticínios. Criada em Goiás, em 1955, a empresa já implantou sua segunda fábrica em Santa Catarina e escolheu Valadares para receber seu terceiro empreendimento. Na produção de leite condensado e creme de leite, a Piracanjuba ocupava no último ano o 4º lugar de vendas no ranking brasileiro. Por dia, a Bela Vista produz 1 milhão e 200 mil litros de leite longa vida.
Segundo reportagem do jornal DIÁRIO DO COMÉRCIO, deverão ser investidos no projeto entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões. O projeto de construção da unidade em Governador Valadares foi firmado em parceria com o governo de Minas. A escolha do Estado foi definida por Minas ter alta produção de leite e também por incentivos fiscais concedidos pelo governo, o que favorece a competitividade. A localização será estratégica para a comercialização dos produtos e expansão da marca. Os itens serão destinados ao mercado mineiro, do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia. A capacidade de processamento total, segundo o jornal, será de 300 mil litros de leite por dia. Segundo o governo de Minas, o empreendimento deverá gerar cerca de 500 empregos diretos, além dos indiretos.
As máquinas já estão trabalhando no provável local a todo vapor, há cerca de um mês. A instalação da empresa já tem gerado, inclusive, esperança em municípios próximos de Valadares. “Temos a informação de que um grande laticínio vai se instalar próximo, na BR-259, e vai gerar muitos empregos. Se fosse um pouco mais próximo, colocaríamos até um ônibus para levar o pessoal para trabalhar lá, porque vemos a necessidade de as pessoas terem emprego e continuarem morando aqui na cidade”, afirmou em entrevista ao DRD, no início de março, o prefeito de Divino das Laranjeiras, Maicon Brito de Oliveira (PRB).
A Bela Vista começou as atividades industriais com a produção de manteiga, em 1955. Em 1974, a empresa iniciou a produção de queijos e posteriormente ampliou sua linha de produtos para o segmento de leite longa vida e leite em pó. Seu portfólio, atualmente, é composto por mais de 100 produtos, distribuídos em suas quatro marcas: Piracanjuba, Pirakids, Duótimo e Salé. A expectativa da secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Dorothea Werneck, é de que a nova empresa provoque um efeito multiplicador entre produtores e fabricantes não apenas no Leste de Minas Gerais, como também no Vale do Mucuri, uma das regiões com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) no Estado e onde a Laticínios Bela Vista também deverá captar leite.
Informações repassadas pelo deputado estadual José Bonifácio Mourão (PSDB) confirmam que o Estado já liberou a empresa das questões relativas à obra, autorizando também benefícios fiscais a ela. “Recebemos um comunicado do secretário-adjunto da Fazenda, Pedro Meneguetti, comunicando que por parte do Estado de Minas, com relação à liberação das questões relativas à obra, foram todas concluídas. A Fazenda desonerou todo o imposto estadual dos investimentos e autorizou a distribuição dos produtos da empresa já durante a obra, a partir de Governador Valadares. O governo também fechou um pacote fiscal que concede ao laticínio os mesmos créditos liberados aos demais de Minas a partir do funcionamento da fábrica. Valadares está ganhando outro investimento importante para a economia e o desenvolvimento regional. Acreditamos que esse laticínio vai melhorar a qualidade de vida da população, principalmente, dos produtores rurais. Esse empreendimento, sem dúvidas, fortalecerá a bacia leiteira do Vale do Rio Doce e o próprio município, pois serão gerados muitos empregos e impostos para a cidade”, destacou Mourão.

Leia mais em: http://www.drd.com.br/news.asp?id=50089108726942539221#ixzz2PCIkKKoo

Fonte: drd.com.br

Publicada em segunda-feira, 1 de abril de 2013



Clique em alguma Notícia para saber mais:
Produzir mais carne e leite em menos tempo e área são os desafios da moderna pecuária
Leite: Reportagem especial mostra que 37% da água no Brasil é desperdiçada
Gaúchos pedem compra permanente de leite pelo governo
Justiça do RS condena mais cinco envolvidos em fraude do leite
Mesmo com a proximidade do inverno, agricultor vê produção de leite aumentar
Produção de leite cresce 4% em 2 anos e valor bruto é estimado em R$ 151 mi
RS quer regras para cadeia leiteira
Laticínios Aviação tem planos para a construção de nova fábrica em Paraíso
La Serenissima busca parceiro para aumentar a produção
Após se cooperarem, produtores de leite se transformam em empresários
Leite: Cade confirma consulta para joint venture
Sul do Amazonas desponta como novo polo leiteiro do Estado
Expansão da Nestlé depende de rodovia
36ª Semana do Laticinista: 80 anos do ILCT
Cidade de MG preserva receita de queijo 'único' no alto da Mantiqueira
Produção de leite aumenta 22% no Ceará
INVESTIMENTO DE R$ 20 MILHÕES EM PLANTA DE FABRICAÇÃO DE IOGURTE
​Sindicato realiza reunião com funcionários da laticínios Mondaí nesta segunda-feira
Setor lácteo cobra mais empenho contra a crise
Leite para Todos é discutido em hotel no Recife
Laboratório Aberto do Senai reúne industriários da panificação, carnes e laticínios
A crise dos produtores de queijo em Tauá
Preço médio do leite subiu mais de 13% nos últimos 30 dias.
Relação comercial entre produtores de leite e laticínios tem solução!
Leite inicia recuperação
Os números e a evolução do leite em Minas
30° Congresso Nacional de Laticínios tem inscrições abertas
Leite: Leve alta de preços no mercado em março
Aviação é eleita melhor empresa de laticínios por Revista Isto É
Leite B à espera de nova regulamentação



Para ver um histórico com todas as notícias, clique aqui.



















  




--------------







  [ Votar ]
  [ Resultado ]

LATICINIO.NET - www.laticinio.net - laticinio@laticinio.net
Rua Dr. Ávila, 25 / 302 - Paineiras - Juiz de Fora - MG - CEP 36016-100
Telefone: (32) 9928-2478
Developed by