Fiscais voltam a laticínio suspeito de misturar água no leite

Primeiro laudo apontou que produto distribuído pela Nova Mix estava adulterado
20/06/2011 - 11:29

Da redação
Quatro fiscais do Ministério da Agricultura voltarão a vistoriar, na tarde desta segunda-feira (20), o laticínio da Nova Mix, em Campo Belo. De acordo com a Polícia Federal, a empresa é suspeita de misturar água no leite vendido. O resultado da análise das amostras recolhidas deve sair em duas semanas. Caso seja comprovada alguma adulteração, o laticínio pode ser interditado. A Vigilância Sanitária da cidade disse não ter tomado medidas porque aguarda um posicionamento da Superintendência Regional de Saúde.

“Ouro Branco Dois”

Os agentes vistoriaram o laticínio na última sexta-feira (17), na operação batizada de “Ouro Branco Dois”. Segundo a Polícia Federal, um laudo apontou que o leite longa vida distribuído pela Nova Mix estava adulterado. A primeira operação "Ouro Branco", que aconteceu em outubro de 2007, prendeu diretores e recolheu produtos do mercado de duas cooperativas de Minas Gerais: a Casmil, de Passos e a Coopervale, de Uberaba, no Triângulo Mineiro.

Posição

Em nota oficial, a Nova Mix informou que não há evidências de adulteração no produto. O diretor comercial da empresa, Mauricio Cardoso Franco, garante que o leite produzido tem qualidade. Houve uma orientação da própria empresa para que as vendas sejam interrompidas até a chegada dos fiscais.

Fonte: eptv.globo.com

Publicada em segunda-feira, 20 de junho de 2011



Clique em alguma Notícia para saber mais:
Leite:Fonterra revela acordo na China e expansão de NZ$ 555 milhões
Nova diretoria do Silemg toma posse
Preço do leite pago ao produtor fica estável pelo 3º mês seguido
Parceria ajuda laticínios mineiros a obter o Sisbi
4 tipos de funcionários que intoxicam o ambiente de trabalho sem que ninguém perceba
Sindicato que representa laticínios se manifesta sobre casos de adulteração no Oeste
DNA revela se leite é melhor para ser bebido ou virar queijo
Suíça combate falsificação de queijo com teste de DNA
Credores da LBR aprovam proposta da Parmalat
Silemg fecha parceria com IMA
Cold Stone Creamery lança novo conceito de iogurte no Japão
Na China, seguro para leite em pó
Fábrica da Laticínios Bom Gosto em Garanhuns é vendida, mas funcionários continuam preocupados
Argentina também irá restringir exportação de leite em pó
Dona da Sadia e Perdigão quer vender área de lácteos
Venda de ativos da LBR rende R$ 531 milhões
Leite adulterado em SC foi fornecido a grandes marcas nacionais
Polícia prende em SC mais dois envolvidos no caso de leite adulterado
Leite contaminado não é encontrado e marca permanece no comércio
BRF CELEBRA 80 ANOS
Gaeco prende duas pessoas em Ponte Serrada por adulteração no leite
Ganhe leite: Programa custaria R$ 2 milhões ao mês, beneficiando 50 mil familias do Piauí
INTERCAMBIO TÉCNICO CAP-LAB
Segurança dos Alimentos é tema de Seminário da ECOLAB, de 01 a 03/10, em Campinas
Em SC, quatro lotes de leite com soda cáustica são retirados de circulação
Aurora lança o queijo minas padrão inteiro e meia lua
CNA cobra compromisso de candidatos com agronegócio
Castrolanda/Batavo se prepara para começar a funcionar em Itapetininga
Interleite reúne setor leiteiro em Uberlândia
Vinte suspeitos de adulterar leite são presos em operações em SC e RS



Para ver um histórico com todas as notícias, clique aqui.



















  












  [ Votar ]
  [ Resultado ]

LATICINIO.NET - www.laticinio.net - laticinio@laticinio.net
Rua Dr. Ávila, 25 / 302 - Paineiras - Juiz de Fora - MG - CEP 36016-100
Telefone: (32) 9928-2478
Developed by